O filhote, antes de chegar à sua casa

  •  

Post

Um cão fará parte da sua família por uma média de 15 anos. Por isso, é importante escolher o filhote de uma raça que se adeque facilmente ao:
-    Seu estilo de vida;
-    O espaço e o estilo do seu lar;
-    O ambiente onde ele circulará;
-    Seu horário de trabalho;
-    Sua família;
-    Seus outros animais de estimação;
-    Seu orçamento.

Escolhendo o filhote
Pesquise em livros, na internet e converse com um veterinário sobre as diferentes raças e suas necessidades específicas. Cães maiores precisam de mais espaço e mais exercício, os de pelo curto que dormem dentro de casa precisam de banho com maior frequência, etc.

O processo de sociabilização do filhote
Filhotes podem ser mais agitados, tímidos ou brincalhões de acordo com a sua raça, mas lembre-se que o adestramento e o cuidado desde a infância influenciarão muito o seu comportamento. 

Antes de chegar à sua casa, desde o nascimento até a oitava semana de vida, ele já passou por um processo importante, junto da mãe e do criador para se tornar um cão equilibrado e sociável. Veja abaixo:

PERÍODO NEONATAL
Duração: Nascimento a 2 semanas de vida
Descrição: O filhote depende completamente da mãe para ser protegido e alimentado, enquanto tem o primeiro contato humano com o criador, que deve manuseá-lo com cuidado e carinho para que ele se familiarize com as pessoas.

PERÍODO DE TRANSIÇÃO
Duração: 2 a 3 semanas 
Descrição: O filhote começa ingerir líquidos com a língua e ao final do período surgem os primeiros dentes de leite para que ele comece a ingerir alimentos suaves. Nesta fase ele também começa a mexer o rabo, o que definitivamente vai conquistar e divertir você.

PERÍODO DE SENSIBILIZAÇÃO
Duração: 3 a 4 semanas 
Descrição: Agora o filhote já se alimenta, além de mamar. É necessário que ele esteja num ambiente estável e familiar para desenvolver as suas capacidades sensoriais.

SOCIALIZAÇÃO INICIAL
Duração: 4 a 8 semanas
Descrição: Uma fase importante para o desenvolvimento. Quanto maior a variedade de experiências positivas que ele receber neste período, maior será a sua facilidade para assimilar as novidades do novo lar.

Com tudo isso, você já pode escolher a raça e checar se o filhote foi tratado adequadamente pelo criador para se desenvolver bem. Aproveite e conhecimento e o inesquecível momento da chegada dele!